domingo, 19 de outubro de 2008

Marina Colasanti

Diz a lenda que o poeta
Li Po
afogou-se na noite em que
embriagado
quis agarrar a Lua
sobre o lago.
É lenda, bem se vê.
Pois a verdade é que
a Lua
teria seguido o poeta
a qualquer canto
se ele apenas a tivesse chamado.

3 comentários:

Dry Neres disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dry Neres disse...

Fodástico, isso cara!!
O poeta tem o poder de pedir a companhia da lua sim!! xD
O abraço da lua é algo que não sei e espero não saber nunca descrever.. parece canto, parece resposta, parece beijo.

Cassio Barreto disse...

Dramástico!..rs
Serão as musas que seguem os poetas, ou eles que se dispõe a travessia!? Bom te conhecer. Depois dá um chego lá no meu blog: Poesia contra o vento
http://cassiobarreto.blogspot.com/