quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Claudia Félix


Desejo-te tanta felicidade, mas não a felicidade fast food comprada em shopping centers ou vendidas em filmes enlatados. Desejo-te a felicidade de ser forte, de não perder a esperança, a felicidade de construir um caminho lindo com tuas próprias mãos (que nunca são apenas duas). Desejo-te a felicidade de superar a dor, se doer. Desejo-te a felicidade mais bela de todas: a que compartilha, a que não mutila, a que não cega nem é instantânea - a felicidade que apenas acontece quando somos quem desejamos ser.

Um comentário:

Claudia Félix disse...

Oi Rinnaldo
que surpresa boa ver uma citação minha em seu Blog. Este texto escrevi para minha filha, quando fez aniversário...
Obrigada pela gentil homenagem
muita felicidade e amor em teus dias
Beijos sulinos
Claudia Félix