quarta-feira, 2 de maio de 2012

Rubem Alves


Quem, por medo do terrível, prefere o caminho prudente de fugir do risco, já nesse ato estará morto. Porque o medo lhe terá roubado aquilo que de mais precioso existe na vida humana: a capacidade de se arriscar para viver o que se ama.

Um comentário:

Júnnia Costa disse...

Lindo Lindo Lindo *-*
http://alonebutnotforever.blogspot.com.br